Páginas

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Feliz Natal


 Daki a pouco vou sair para o NATAL na casa do meu padrinho então vim desejar Feliz Natal para todos, com muitos presentes, mta comida e família numa boa! Mas não esqueçam que a data comemora algo mto mais importante que presentes...parabéns menino Jesus!!!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Música de Hoje

Por 47min de ontem....


Está Chegando a Hora
Marchinhas de Carnaval

Quem parte leva saudades de alguém que fica chorando de dor
Por isso eu não quero lembrar quando partiu meu grande amor
Ai, ai, ai ai, ai ai ai,está chegando a hora
O dia já vem raiando, meu bem, eu tenho que ir embora

Música de Hoje

De ontem...


Casa no Campo - Elis Regina
Composição: Zé Rodrix e Tavito

Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa compor muitos rocks rurais
E tenha somente a certeza
Dos amigos do peito e nada mais
Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa ficar no tamanho da paz
E tenha somente a certeza
Dos limites do corpo e nada mais
Eu quero carneiros e cabras pastando solenes
No meu jardim
Eu quero o silêncio das línguas cansadas
Eu quero a esperança de óculos
Meu filho de cuca legal
Eu quero plantar e colher com a mão
A pimenta e o sal
Eu quero uma casa no campo
Do tamanho ideal, pau-a-pique e sapé
Onde eu possa plantar meus amigos
Meus discos e livros
E nada mais

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Biologia


Cientistas dizem ter descoberto nova espécie de Lêmure em Madagascar

Os zoólogos ainda aguardam resultados de exames genéticos de amostras de sangue retiradas do animal para saber se trata realmente de uma nova espécie.
No entanto, o especialista em primatas e presidente da organização Conservation International, Russ Mittermeier, diz já ter certeza de que esta é uma nova espécie.
Ele viu o lêmure pela primeira vez em 1995, mas confirmou sua existência apenas em 2010, ao filmar um documentário para a BBC Decade of Discovery. Foi durante as filmagens que Mittermeier e seus colegas conseguiram capturar um dos lêmures e retirar as amostras de sangue. Após a coleta, o animal foi devolvido à floresta.

Os lêmures que possuem um desenho em forma de forquilha, como um 'Y', na cabeça e lombo pertencem a um grupo de espécies - ou gênero - conhecido como Phaner, com quatro espécies diferentes.
Se for confirmado que o animal encontrado em Madagascar pertence a uma nova espécie, o grupo passará a ter cinco espécies diferentes.

Chamado
Mittermeier avistou pela primeira vez o animal, que tem o tamanho de um esquilo, em uma área protegida, no nordeste de Madagascar, conhecida como Daraina.
O especialista procurava uma outra espécie de lêmure - a Propithecus tattersali, que é muito maior, e é caracterizada por um desenho em forma de forquilha de coloração dourada - identificada em 1988.
'Naquela época, fiquei surpreso ao ver um lêmure forquilha-coroado ali, uma vez que não havia registros desse animal na região', ele comentou.

A cor do pêlo do lêmure é uma das características que o diferencia de outros animais do mesmo gênero
'Percebi imediatamente que era provável que fosse uma nova espécie, mas não tive tempo de investigar na ocasião.'
Então, em outubro deste ano, o especialista liderou uma expedição - da qual participaram um geneticista e uma equipe de filmagem - que seguiu para a região em busca do animal.
A equipe iniciou a busca logo após o pôr do sol, período em que os animais tendem a emitir mais sons.
Após ouvir um desses sons, a equipe seguiu os gritos de um lêmure pela floresta até conseguir avistá-lo, à luz das lanternas, no topo de uma árvore.
Depois de fazê-lo dormir com um dardo carregado com tranquilizantes, um dos membros da equipe subiu na árvore e trouxe o animal para o solo.
A forma do desenho no pelo do animal, o tamanho de seus membros e a língua comprida, que suga o néctar das flores, eram característicos dos lêmures do gênero Phaner.
No entanto, o animal tinha um padrão de cores um pouco diferente, além de um hábito de mexer a cabeça que não havia sido observado em outros lêmures forquilha-coroados.
Uma estrutura estranha sob a língua também o distinguiu de outros parentes próximos, segundo os especialistas.

'A genética vai contar a história verdadeira', disse Mittermeier.

Se for confirmado que se trata de uma nova espécie, a equipe gostaria que o animal recebesse o nome científico de Fanamby - nome da organização conservacionista que vem trabalhando para proteger a floresta de Daraina.
'Esta é mais uma impressionante descoberta na ilha de Madagascar, área prioritária em termos de biodiversidade e um dos lugares mais incríveis do nosso planeta', disse Mittermeier.
'É particularmente notável que continuemos a encontrar novas espécies de lêmures e muitas outras plantas e animais nesse país fortemente impactado (pela ação do homem), que já perdeu 90% ou mais de sua vegetação original'.

Segundo os especialistas, como a área é pequena, há grande probabilidade de que a espécie esteja ameaçada de extinção.

http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2010/12/cientistas-dizem-ter-descoberto-nova-especie-de-lemure-em-madagascar.html

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Música de Hoje



Férias De Verão - Cajah

Converso com os amigos, eu começo a planejar
As férias de verão, que eu não aguento mais esperar
Já está tudo certo, agora é só relaxar
Vou descer as montanhas, é hora de ver o mar

A gato que estou afim, eu sei
Também vai pra lá
Um dia com certeza,
A gente irá se encontrar

Ah!!!
Tempo bom!
Ah!!!
Fecho os olhos e agradeço a Deus

Mas quando chegar a noite
É hora de xavecar
Eu vou estar com a galera
Fazendo um lual a beira mar!

Pensamento de Hoje

"Os políticos e as fraldas devem ser mudados frequentemente. E pela mesma razão.”

Eça de Queiroz

domingo, 12 de dezembro de 2010

Música de Hoje



Roupa Nova - Cansaço

Cansaço!
Esse sentimento infinito
Tomou conta de mim
De um tal jeito
Eu procurei definir:
É preguiça, incapacidade de seguir...

Cansaço!
De tentar ocupar um novo espaço
Esse cansaço é físico e mental
Eu ando tão desanimado
Que nada nesse mundo
Me arrasta além de mim
Além desse bendito cansaço

Deve ser um sentimento particular
Então eu saí pela cidade
Mas a violência de seus dias é tamanha
Espantou a esperança que eu trouxe
Da última viagem
E ela foi embora

Agora estou vazio,
Sem palavras, sem imagens
Felicidade me abrace, bem forte
Eu tenho certeza que um sentimento novo vem
E não é cansaço
Não é não

Pensamento de Hoje

Para um cavalo cansado, até seu rabo é um peso.
Provérbio Tcheco

Música de Hoje



De sábado...
Por incrível que pareça isto foi o melhor que tocou durante todo churrasco que fui...

Raça Negra - O Som Da Jovem Guarda
Luiz Carlos - César Augusto - Antonio Luiz

Vem balançar
É o som da jovem guarda
Vem dançar comigo
Vem balançar
É o samba jovem guarda
Vem cantar comigo

Ivete Sangalo chegando
De saia bem curta
Meu Deus, que loucura
Sandy e Junior curtindo
O som da ternura
Jorge Aragão tomando seu leite
Tá tudo beleza
Olha o Zeca chegando agora
Querendo cerveja

Vêm chegando o amigos
Chitão, Zezé, Leonardo
Daniel, Xororó, Luciano
Estão atrasados
O Ben Jor e o Caetano
Dizendo, que maravilha!
O Jair também veio pro baile
Trazendo sua filha

Alexandre, Fundo de Quintal
Exaltasamba
Alcione, Lecy e o Emílio
Só tem gente bamba
KLB, Djavan, RAÇA NEGRA
Também estão nessa
Aplaudindo Roberto e Erasmo
Os donos da festa

Música de Hoje



De sexta...o dia que teve 30h

Conversa de botequim - Noel Rosa
Composição: Noel Rosa / Vadico

Seu garçom, faça o favor de me trazer depressa
Uma boa média que não seja requentada,
Um pão bem quente com manteiga à beça,
Um guardanapo e um copo d'água bem gelada.
Feche a porta da direita com muito cuidado
Que eu não estou disposto a ficar exposto ao sol.
Vá perguntar ao seu freguês do lado
Qual foi o resultado do futebol.

Se você ficar limpando a mesa
Não me levanto nem pago a despesa.
Vá pedir ao seu patrão
Uma caneta, um tinteiro,
Um envelope e um cartão.
Não se esqueça de me dar palitos
E um cigarro pra espantar mosquitos.
Vá dizer ao charuteiro
Que me empreste umas revistas,
Um isqueiro e um cinzeiro.

(Refrão)
Seu garçom faça o favor de me trazer depressa...

Telefone ao menos uma vez
Para três quatro, quatro, três, três, três
E ordene ao seu Osório
Que me mande um guarda-chuva
Aqui pro nosso escritório.
Seu garçom me empresta algum dinheiro,
Que eu deixei o meu com o bicheiro.
Vá dizer ao seu gerente
Que pendure esta despesa
No cabide ali em frente.

(Refrão)
Seu garçom, faça o favor de me trazer depressa
Uma boa média que não seja requentada,
Um pão bem quente com manteiga à beça,
Um guardanapo e um copo d'água bem gelada.
Feche a porta da direita com muito cuidado
Que eu não estou disposto a ficar exposto ao sol.
Vá perguntar ao seu freguês do lado
Qual foi o resultado do futebol.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Música de Hoje


Se der...e vamo que vamo!

Tá rindo, é? - Ana Carolina e Seu Jorge
Composição: Ana Carolina, Mombaça E Antonio Villeroy

Ah, hoje eu quebrei o meu despertador logo pela manhã
Tocou atrasado e eu quase perdi o horário da van,
Agora você vê como são as coisas Maria José,

Se der

Se der, pra você me emprestar aquele seu vestido azul cor de mar
E se não servir vou tentar perder um quilo e meio até
Semana que vem é o tal casamento e eu não tenho o que
usar

Se der

Ah, e falando nisso homem bom, hoje em dia, tá ruim de
arranjar
Aquele que eu tinha eu peguei com outra, mandei ele
andar
Malandro e folgado comigo não dura mais nem um luar,
Tá rindo, é?

Ah, vamos dando risada que a vida nos chama não da pra
chorar
A minha oração é bem curta pro santo não entediar
E vamo que vamo e vamo que vamo

Ah, vamos dando risada que a vida nos chama não da pra
chorar
A minha oração é bem curta pra não entediar
E vamo que vamo e vamo que vamo que dá

Ah, recebi um torpedo da telefonia no meu celular
Prometendo desconto às três da manhã se eu puder
falar
Mas de madrugada, quem vai me atender, quem vai me
ligar? (Eu heim!)

Tchau
Fique tranqüila que o vestido eu cuido, não deixo
sujar
Quem sabe eu te ligue pra pode a tarifa a gente
aproveitar
Ou quem sabe até eu arranje alguém novo pra me
namorar
Tá rindo, é?

Ah, vamos dando risada que a vida nos chama não da pra
chorar
A minha oração é bem curta pro santo não entediar
E vamo que vamo e vamo que vamo

Ah, vamos dando risada que a vida nos chama não da pra
chorar
A minha oração é bem curta pra não entediar
E vamo que vamo e vamo que vamo que dá

E vamo que dá
E vamo que dá

Pensamento de Hoje

Pensamento do pedagogo mais famoso do Brasil:

“Uma das tarefas mais importantes da prática educativo-crítica é propiciar as condições em que os educandos em suas relações uns com os outros e todos com o professor ou com a professora ensaiam a experiência profunda de assumir-se. Assumir-se como ser social e histórico, como ser pensante, comunicante, transformador, criador, realizador de sonhos, capaz de ter raiva porque capaz de amar. Assumir-se como sujeito porque capaz de reconhecer-se como objeto” (FREIRE,1997, p.46).  

terça-feira, 7 de dezembro de 2010


Essa foto traduz como é a vida das pessoas que passam a maior parte da sua vida em uma Usina de Cana-de-Açúcar.
Apesar de todo dia ser um desafio, estressante, de olhar td dia p o horizonte e ver que tem tanto p fazer ainda! Mas esse mesmo horizonte nós traz esperança, nos mostra o quanto já fizemos e o quanto tudo que fazemos é importante.
Somos privilegiados de trabalhar perto de tanta beleza e trabalhar respeitando tanta beleza, mesmo que muitos achem o contrário.
É gente que arriscou, gente que saiu de perto da família, gente que sua mto, mas que contribui mto, doa mto, ama mto o que faz.
Ver algo crescer, acompanhar o nada virar um mar verde!
Enfim amamos o que fazemos!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Música de Hoje



Essa Ana com certeza não tem nada haver comigo, mas...
Ana de Amsterdam
(Chico Buarque e Ruy Guerra)

Sou Ana do dique das docas
Da compra, da venda, das trocas, das pernas
Dos braços, das bocas, do lixo, dos vícios, das fichas
Sou Ana das loucas
Até amanhã, sou Ana
Da cama, da cana, fulana, bacana, sou Ana de Amsterdam

Eu cruzei um oceano
Na esperança de casar
Fiz mil bocas pra Solano
Fui beijada por Gaspar


Sou Ana de cabo a tenente
Sou Ana de toda patente das Índias
Sou Ana Oriente, Ocidente, acidente, gelada
Sou Ana, obrigada
Até amanhã, sou Ana
Do cabo, do vaso, do rabo, dos ratos, sou Ana de Amsterdam

Arrisquei muita braçada 
Na esperança de outro mar
Hoje sou carta marcada
Hoje sou jogo de azar

Sou Ana de vinte minutos
Sou Ana da brasa dos brutos 
Na coxa, que apaga charutos 
Sou Ana dos dentes rangendo
E dos olhos enxutos
Até amanhã, sou Ana
Das marcas, das marcas, das barcas, das pratas
Sou Ana de Amsterdam

Música de Hoje

De domingo...Essa é ótimaaa...uhuahuahau




Faichecleres - Aninha Sem Tesão

Sempre que eu chego mais perto
Você pede pra eu parar

Vem cheia de "não me toques"
"cachorro, tira as mãos de mim"
e não dá, não há tempo a perder

Pois sei que fantasias sujas
explodem dentro de você,
cansei, cansei de me humilhar

e agora nem que seja à força,
nem que chore sem parar,
ninguém vai te ouvir gritar

Aninha sem tesão, não vejo condição, é superficial
e a minha intenção é te dar meu coração, e não te fazer mal
eu bebo teu licor, Aninha sem pudor, tu come meu mingau au au
não vai fazer dodói

Quero mais que andar de mão com você por aí
Bom rapaz, mas não um otário que morra por ti

Música de Hoje

De sábado...
Parando um pouco minha série altruísta de músicas.um..sábado foi um dia mto especial...conheci pessoas novas, mas me despedi de 2 grandes amigos!
Espero sempre ser alguém que alivie a tristeza e a sdd quando bater mesmo que seja com um:



Telegrama
Zeca BaleiroComposição: Zeca Baleiro


Eu tava triste
Tristinho!
Mais sem graça
Que a top-model magrela
Na passarela
Eu tava só
Sozinho!
Mais solitário
Que um paulistano
Que um canastrão
Na hora que cai o pano
Tava mais bôbo
Que banda de rock
Que um palhaço
Do circo Vostok...

Mas ontem
Eu recebi um Telegrama
Era você de Aracaju
Ou do Alabama
Dizendo:
Nêgo sinta-se feliz
Porque no mundo
Tem alguém que diz:
Que muito te ama!
Que tanto te ama!
Que muito muito te ama,
que tanto te ama!...
Por isso hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...

Hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...

Mama! Oh Mama! Oh Mama!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu papa!...(2x)

Eu tava triste
Tristinho!
Mais sem graça
Que a top-model magrela
Na passarela
Eu tava só
Sozinho!
Mais solitário
Que um paulistano
Que um vilão
De filme mexicano
Tava mais bôbo
Que banda de rock
E um palhaço
Do circo Vostok...

Mas ontem
Eu recebi um Telegrama
Era você de Aracaju
Ou do Alabama
Dizendo:
Nego sinta-se feliz
Porque no mundo
Tem alguém que diz:
Que muito te ama!
Que tanto te ama!
Que muito te ama!
Que tanto, tanto te ama!...

Por isso hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...

Hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...

Me dê a mão vamos sair
Prá ver o sol!

Mama! Oh Mama! Oh Mama!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu papa!...(2x)

Hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...(2x)

Mama! Oh Mama! Oh Mama!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu papa!...(4x)

Me dê a mão vamos sair
Prá ver o sol!

sábado, 4 de dezembro de 2010

Música de Hoje



De ontem...

Ana e o Mar - O Teatro Mágico
Composição: Fernando Anitelli

Veio de manhã molhar os pés na primeira onda
Abriu os braços devagar e se entregou ao vento
O sol veio avisar que de noite ele seria a lua,
Pra poder iluminar Ana, o céu e o mar

Sol e vento, dia de casamento
Vento e sol, luz apagada no farol
Sol e chuva, casamento de viúva
Chuva e sol, casamento de espanhol

Ana aproveitava os carinhos do mundo
Os quatro elementos de tudo
Deitada diante do mar
Que apaixonado entregava as conchas mais belas
Tesouros de barcos e velas
Que o tempo não deixou voltar

Onde já se viu o mar apaixonado por uma menina?
Quem já conseguiu dominar o amor?
Por que é que o mar não se apaixona por uma lagoa?
Porque a gente nunca sabe de quem vai gostar

Ana e o mar... mar e Ana
Histórias que nos contam na cama
Antes da gente dormir

Ana e o mar... mar e Ana
Todo sopro que apaga uma chama
Reacende o que for pra ficar

Quando Ana entra n'água
O sorriso do mar drugada se estende pro resto do mundo
Abençoando ondas cada vez mais altas
Barcos com suas rotas e as conchas que vem avisar
Desse novo amor... Ana e o mar

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Música de Hoje



A Ana - Ana Cañas
Composição: Ana Cañas / Alexandre Fontanetti

A Ana disse ontem
A Ana ficou triste
A Ana também leu
A Ana não existe

É a Ana insiste
A Ana não consegue
A Ana inventou
Ela também merece

A Ana é azeda
Mas é doce quando é doce
A Ana é azeda
Mas muito doce quando é doce

A Ana nada sabe
A Ana sempre canta
A Ana me enrola
A Ana me encanta

A Ana se pintou
A Ana não limpou
A Ana que escreveu
A Ana se esqueceu

Foi a Ana que fez
Foi a Ana que foi
Foi a Ana em fá
Foi a Ana, foi

A Ana ama
A Ana odeia
A Ana sonha
A Ana canta

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Música de Hoje




Ana
Renato e Seus Blue Caps

Ana, estou tão triste
Vieram me dizer
Que eu posso ate morrer pra você
Ana, você me disse
Um dia que a ninguém
Daria o seu amor só a mim

Quero escutar dos seus lábios, meu bem
Que é tudo mentira, inveja
De alguém quer nos separar
E assim poder tentar
Seu amor para sempre, então, roubar
Uouououououou

Ana, estou tão triste
Vieram me dizer
Que eu posso ate morrer pra você

Quero escutar dos seus lábios, meu bem
Que é tudo mentira, inveja
De alguém quer nos separar
E assim poder tentar
Seu amor para sempre, então, roubar
Uouououououou

Ana, estou tão triste
Vieram me dizer
Que eu posso ate morrer pra você
Ououou pra você
Ououou pra você
Ououou pra você

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Música de Hoje




Comparsa
Seu JorgeComposição: Ana Carolina / Seu Jorge

É... deixa eu falar do meu comparsa
Que não dá mole não tem farsa
Nem cai no conto do vigário
Ele é do tamanho de um armário
Meu amigo é o Jorge Mário

Poderoso e campeão
Forte e robusto é o negão
E meu amigo joga duro
Sempre chega bem na frente
Tem um olho no futuro
E é sério e inteligente
Não é o seu
Nem é o meu
É o nosso Seu Jorge
É o nosso Seu Jorge
ihh...
É o nosso Seu Jorge
ihhhh...

E vem a Ana Carolina
Uma menina interessante
Com seu ar estonteante
Com a sua voz possante
Esse jeito diferente
Ela é a gente da gente
Botando a bola pra cima
O que começa ela termina
Disposição ela é a mina
Ana "bacana" Carolina
Ana "bacana"... a Carolina
Ana "bacana"... a Carolina
É a Ana "bacana"... a Carolina
Ana "bacana"... a Carolina

Carolina
Salve o Jorge [4x]

Pra todo mundo saber
O que é ficar lado a lado
Num cavalo sem asas
No meio do palco

Pra todo mundo saber
O que é ficar lado a lado
De um cavalo sem asas
Aqui no meio do palco

Aqui no meio do palco [8x]

Natal



Tradições Natalinas

A minha árvore de natal deve ter uns 40cm e os enfeites já vem todos montados. Moro em república, longe da família! Ontem a noite aproveitei a chuva que impediu a mim e uma das minhas amigas da república de ir a facul, peguei a caixa de cima do meu guarda roupa, chamei minha amiga e montamos, só tivemos um trabalhão de arrumar a ponta da árvore que se partiu não sabemos como no natal passado. Deixamos a cargo da única (e recente) moradora que não estava em casa (estava trabalhando) de arrumar um estrela que encaixe na ponta avarida da árvore.
Este é só o primeiro ritual, todo ano fazemos um natal antecipado na república que deve acontecer este fim de semana, já que daqui para frente tds os fins de semana até o ano que vem serão conturbados, com festas que sempre comemoram o fim de alguma coisa...
Este fim de semana, nossa festinha de natal com poucos amigos que consideramos da família.
Fim de semana que vem, festa de fim de ano do meu setor e baile de final de safra da empresa.
No outro estou viajando para Belo Horizonte - MG para formatura da minha prima e depois Resende - RJ me espera! Daí é só alegria até o dia 03/01 quando volto para Nova Olímpia - MT para dia 04/01 estar pronta para trabalhar. =(

Música de Hoje




Refrão de Um Bolero - Engenheiros do Hawaii

Eu que falei:
"Nem pensar"
Agora eu me arrependo
Roendo as unhas
Frágeis testemunhas
De um crime sem perdão

Mas eu falei sem pensar
Coração na mão
Como refrão de bolero
Eu fui sincero
Como não se pode ser

Um erro assim, tão vulgar
Nos persegue a noite inteira
E quando acaba a bebedeira
Ele consegue nos achar

Num bar!

Com um vinho barato
Um cigarro no cinzeiro
E uma cara embriagada
No espelho do banheiro

Ana, teus lábios são
Labirintos, Ana!
Que atraem os meus
Instintos mais sacanas
O teu olhar sempre distante
Sempre me engana

Ana, teus lábios são
Labirintos, Ana!
Eu sigo tua pista
Todo dia da semana
Eu entro sempre
Na tua dança de cigana

domingo, 28 de novembro de 2010

Música de Hoje




Ela é Bamba - Ana Carolina

ENTÃO VAMO LÁ: ANA RITA JOANA IRACEMA CAROLINA (FALADO)
RA, RA, RA, RA, RA
RA, RA, RA, RA, RA

ELA É BAMBA, ELA É BAMBA, ELA É BAMBA
ELA É BAMBA, ELA É BAMBA, ELA É BAMBA (2 X)

ELA É BAMBA ESSA PRETA DO PONTAL
CINCO FILHOS PEQUENOS PRA CRIAR
PASSA O DIA NO TRAMPO PAU E PAU
AINDA ARRANJA UM TEMPINHO PRA SAMBAR

QUANDO CÁI NA AVENIDA ELA É DEMAIS
TODO MUNDO DE OLHO ELA NEM AÍ
FANTASIA BONITA ELA MESMO FAZ
MANDA TODAS NÃO ERRA A MIRA

MÃE, PASSISTA, ATLETA, MANICURE, DIPLOMATA
DONA DA BOTIQUE, ENFERMEIRA, ACROBATA

PARA BAILAR
BAMBA, ELA É BAMBA, ELA É BAMBA, ELA É BAMBA
PARA BAILAR, NAH (BAMBA)
PARA BAILAR IÊ, HÊ, IÊIHÊ

ELA É BAMBA ESSA ÍNDIA DA CENTRAL
VAI NO OMBRO UM CESTINHO COM NENÉM
OITO KILOS DE ROUPA NO VARAL
AINDA VENDE COCADA NESSE TREM

TODA SEXTA ELA FICA MAIS FELIZ
VAI DANÇAR NUMA BOATE DO JAÚ
FAZ UM JEITO E JÁ PENSA QUE É ATRIZ
CADA DIA INVENTA UM NOME

DORA ISAURA EMÍLIA TERESINHA E MARINA
ANA RITA JOANA IRACEMA E CAROLINA

ELA É BAMBA, ELA É BAMBA, ELA É BAMBA
ELA É BAMBA, ELA É BAMBA, ELA É BAMBA

DORA ISAURA EMÍLIA TERESINHA E MARINA
ANA RITA JOANA IRACEMA E CAROLINA

LAURA LÍGIA LUMA LUCINEIDE LUCIANA
QUER SEU NOME ESCRITO NUMA LETRA BEM BACANA

ELA É BALA A MESTIÇA É TODO GÁS
CADA BRAÇO É UMA VIGA DO PAÍS
ABRE O OLHO COM ELA MEU RAPAZ
ELA É QUASE TUDO O QUE SE DIZ
QUANDO COMPRA UMA BRIGA ELA É DEMAIS

VAI NO GROOVE E NÃO DEIXA DESANDAR
ELA É POP, ELA É RAP, ELA É BLUES E JAZZ
E NO SAMBA É PRIMEIRA LINHA

LAURA LÍGIA LUMA LUCINEIDE LUCIANA
QUER SEU NOME ESCRITO NUMA LETRA BEM BACANA

ELA É BAMBA, ELA É BAMBA, ELA É BAMBA
ELA É BAMBA, ELA É BAMBA, ELA É BAMBA (2 X)

Música de Hoje

De ontem...


Oh Carol
Caetano VelosoComposição: Neil Sedaka

Ahh ahh
Oh! Carol
I am bit a fool
Darling i love you
Though you treat me cruel
You hurt me
And you make me cry
But if you leave me
I will surely die

Darling, there will never be another
'Cause i love you so
Don't ever leave me
Say you'll never go

I will always want you for my sweet heart
No matter what you do
Oh! Carol
I'm so in love with you

[Tudo Denovo]

[Lento]
Oh! Carol
I am bit a fool
Darling i love you
Though you treat me cruel
You hurt me
And you make me cry
But if you leave me
I will surely die

Oh! Carol
I am bit a fool
Darling i love you
Though you treat me cruel
You hurt me
And you make me cry
But if you leave me
I will surely die

Darling, there will never be another
'Cause i love you so
Don't ever leave me
Say you'll never go

I will always want you for my sweet heart
No matter what you do
Oh! Carol
I'm so in love with you

sábado, 27 de novembro de 2010

Música de Hoje




Carol - Chuck Berry

Oh Carol, don't let him steal your heart away
I'm gonna learn to dance if it takes me all night and day

Climb into my machine so we can cruise on out
I know a swingin' little joint where we can jump and shout
It's not too far back off the highway, not so long a ride
You park your car out in the open, you can walk inside
A little cutie takes your hat and you can thank her, ma'am
Every time you make the scene you find the joint is jammed

Oh Carol, don't let him steal your heart away
I'm gonna learn to dance if it takes me all night and day

And if you wanna hear some music like the boys are playin'
Hold tight, pat your foot, don't let 'em carry it away
Don't let the heat overcome you when they play so loud
Oh, don't the music intrigue you when they get a crowd
You can't dance, I know you wish you could
I got my eyes on you baby, 'cause you dance so good

Oh Carol, don't let him steal your heart away
I'm gonna learn to dance if it takes me all night and day

Don't let him steal your heart away
I've got to learn to dance if it takes you all night and day
Oh Carol

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Pantanal

Lançado o livro "Biodiversidade no Pantanal de Poconé" sobre pesquisas de biodiversidade na Grade Pirizal no Pantanal do Poconé


O livro é uma compilação de estudos realizados na Grade Pirizal entre 2005 e 2009 e reúne pela primeira vez para uma mesma área do Pantanal informações sobre a densidade de espécies de plantas, artrópodes de solo, anfíbios (sapos, rãs e pererecas), pequenos mamíferos (roedores, marsupiais e morcegos), aves, invertebrados aquáticos e peixes. Escrito em uma linguagem destinada a não-especialistas, o livro pretende fornecer informações de boa qualidade para subsidiar as tomadas de decisão pela sociedade, além de ser uma referência para pesquisadores e estudantes sobre a utilização do sistema de grades para estudos de biodiversidade, uma das primeiras a ser instalada fora da Amazônia.


Música de Hoje




Ana - Roberto Carlos

Todo tempo que eu vivi,
Procurando o meu caminho,
Só cheguei a conclusão
Que eu não vou achar sozinho,

Oh, Ana, Ana, Ana,
Oh oh, oh oh Ana,
Que saudade de você,

Toda essa vida errada
Que eu vivo até agora,
Começou naquele dia,
Quando você foi embora...

Oh Ana, Ana, Ana,
Oh oh oh oh Ana,
Que saudade de você,

Ana eu me lembro com saudade
Do nosso tempo nosso amor nossa alegria,
Agora só te vejo nos meus sonhos
E quando acordo minha vida é tão vazia,

Oh Ana, Ana, Ana,
Oh oh oh oh Ana,
Que saudade de você.

Música de Hoje

Música de quarta



Rap do Silva - Bob Rum
Composição: Bob Rum

Todo mundo devia nessa história se ligar
Porque tem muito amigo que vai pro baile dançar
Esquecer os atritos
Deixar a briga pra la
E entender o sentido quando o dj detonar

(solta o rap dj)

Era só mais um silva que a estrela não brilha
Ele era funkeiro
Mas era pai de família

Era um domingo de sol
Ele saiu de manhã
Pra jogar seu futebol
Levou uma rosa pra irmã
Deu um beijo nas crianças
Prometeu não demorar
Falou pra sua esposa que ia vir pra almoçar

(Refrão)

Era trabalhador, pegava o trem lotado
E a boa vizinhança era considerado
E todo mundo dizia que era um cara maneiro
Outros o criticavam porque ele era funkeiro

O funk não é modismo
É uma necessidade
É pra calar os gemidos que existem nessa cidade

(Refrão)

E anoitecia ele se preparava
É pra curtir o seu baile
Que em suas veias rolava
Foi com a melhor camisa
Tênis que comprou suado
E bem antes da hora ele já estava arrumado

Se reuniu com a galera
Pegou o bonde lotado
Os seus olhos brilhavam
Ele estava animado
Sua alegria era tanta
Ao ver que tinha chegado
Foi o primeiro a decer
E por alguns foi saudado

Mas naquela triste esquina
Um sujeito apareceu
Com a cara amarrada
Sua mão estava um breu
Carregava um ferro
Em uma de suas mãos
Apertou o gatilho
Sem dar qualquer explicação

E o pobre do nosso amigo
Que foi pro baile curtir
Hoje com sua familia
Ele não irá dormir

(Refrão)

Naquela triste esquina...

Música de Hoje

Música de terça!



Carolina
Chico Buarque

Carolina 
Nos seus olhos fundos 
Guarda tanta dor 
A dor de todo esse mundo 
Eu já lhe expliquei que não vai dar 
Seu pranto não vai nada mudar 
Eu já convidei para dançar 
É hora, já sei, de aproveitar 
Lá fora, amor 
Uma rosa nasceu 
Todo mundo sambou 
Uma estrela caiu 
Eu bem que mostrei sorrindo 
Pela janela, ói que lindo 
Mas Carolina não viu 
Carolina 
Nos seus olhos tristes 
Guarda tanto amor 
O amor que já não existe 
Eu bem que avisei, vai acabar 
De tudo lhe dei para aceitar 
Mil versos cantei pra lhe agradar 
Agora não sei como explicar 
Lá fora, amor 
Uma rosa morreu 
Uma festa acabou 
Nosso barco partiu 
Eu bem que mostrei a ela 
O tempo passou na janela 
Só Carolina não viu

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Música de Hoje

Segue a série com músicas com meu nome:



Meu Amor, Minha Flor, Minha Menina
Zeca Baleiro

Meu amor minha flor minha menina
Solidão não cura com aspirina
Tanto que eu queria o teu amor

Vem me trazer calor, fervor, fervura
Me vestir do terno da ternura
Sexo também é bom negócio
O melhor da vida é isso e ócio
Isso e ócio

Minha cara, minha Carolina
A saudade ainda vai bater no teto
Até um canalha precisa de afeto
Dor não cura com penicilina

Meu amor minha flor minha menina
Tanto que eu queria o teu amor
Tanto amor em mim como um quebranto
Tanto amor em mim, em ti nem tanto

Minha cora minha coralina
mais que um goiás de amor carrego
destino de violeiro cego

Há mais solidão no aeroporto
Que num quarto de hotel barato
Antes o atrito que o contrato

Telefone não basta ao desejo
O que mais invejo é o que não vejo
O céu é azul, o mar também

Se bem que o mar as vezes muda,
Não suporto livros de auto-ajuda
Vem me ajudar, me dá seu bem

Meu amor minha flor minha menina
Tanto que eu queria o teu amor
Tanto amor em mim como um quebranto
Tanto amor em mim, em ti nem tanto

domingo, 21 de novembro de 2010

Música de Hoje

Voltando a Série de músicas com meu nome:

Para provar que não odeio sertanejo:



Ana Carolina - Jorge e Mateus
Composição: Jorge e Mateus

Nessa estrada sem rumo
Eu me perco num segundo
Morro de saudade dela
E quando bate o abandono
Para eu não perder o sono
tenho que falar com ela...

Nessa estrada sem destino,
Quantas vezes desatino,
Dá vontade de ir embora
E cair nos braços dela
Que eu sei que sempre me espera
Qualquer tempo e a qualquer hora

(refrão)
Não posso mais viver sem ela
Por ela que eu canto,
Eu canto paixão e cina
So sei viver se for por ela
Morro de saudades dela minha Ana Carolina

Música de Hoje

Hoje sábado (rsrs) tem um show aki na cidade que moro! Sertanejo claro, Munhoz e Mariano...não vou claro...me recuso, protesto...enfim...nada contra, até curto uma ou outra, mas tipo todo mundo tem direito de ouvir outras coisas, diversidade genteeeeeeeeeeeeeee!!! Mas ainda bem que fiquei, vou assistir altas horas com Tulipa Ruiz!!!



A ordem das árvores
Tulipa Ruiz

Naquele curió mora um pessegueiro
Em todo rouxinol tem sempre um jasmineiro
Todo bem-te-vi carrega uma paineira
Tem sempre um colibri que gosta de jatobá

Beija-flor é casa de ipê

Cada andorinha é lotada de pinheiro
e o joão-de-barro adora o eucalipto

A ordem das árvores não altera o passarinho

Naquele pessegueiro mora um curió
Em todo jasmineiro tem sempre um rouxinol
Toda paineira carrega um bem-te-vi
Tem sempre um jatobá que gosta de colibri

Beija-flor é casa de ipê

Cada pinheiro é lotado de andorinha
e o joão-de-barro adora o eucalipto

A ordem das árvores não altera o passarinho

Ps.: Ela tem o mesmo jeito de uma das minhas melhores amigas: Renata

Música de Hoje

De sexta-feira...

Vou iniciar uma série de com todas as músicas que conheço que tem meu nome, pode ser Ana Carolina, Ana, Carolina, Carol, Silva, Vilhena....enfim!

First minha preferida:



Carolina
Seu JorgeComposição: Seu Jorge

Carolina é uma menina bem difícil de esquecer
Andar bonito e um brilho no olhar
Tem um jeito adolescente que me faz enlouquecer
E um molejo que não vou te enganar
Maravilha feminina, meu docinho de pavê
Inteligente, ela é muito sensual
Te confesso que estou apaixonado por você

Ô Carolina isso é muito natural
Ô Carolina eu preciso de você
Ô Carolina eu não vou suportar não te ver
Carolina eu preciso te falar
Ô Carolina eu vou amar você

De segunda a segunda eu fico louco pra te ver
Quanto eu te ligo você quase nunca está
Isso era outra coisa que eu queria te dizer
não temos tempo então melhor deixar pra lá
a princípio no Domingo o que você quer fazer
faça um pedido que eu irei realizar
olha aí amigo eu digo que ela só me dá prazer
Essa mina Carolina é de abalar, ô

Ô Carolina eu preciso de você
Ô Carolina não vou suportar não te ver
Carolina eu preciso te falar
Ô Carolina eu vou amar você
Carolina, Carolina

Carolina, preciso te encontrar
Carolina, me sinto muito só
Carolina, preciso te dizer
Ô Carolina eu só quero amar você (2x)

Carolina é uma menina bem difícil de esquecer
Andar bonito e um brilho no olhar
Tem um jeito adolescente que me faz enlouquecer
E um molejo que não vou te enganar
Maravilha feminina, meu docinho de pavê
Inteligente, ela é muito sensual
Te confesso que estou apaixonado por você

Ô Carolina eu preciso de você
Ô Carolina não vou suportar não te ver
Carolina eu preciso te falar
Ô Carolina eu vou amar você

Eu vou amar você,
Pois eu vou te dar muito carinho;
Vou te dar beijinho no cangote.
Ôi Carolina
Menina Bela, Menina Bela

Carolina, preciso te encontrar
Carolina, me sinto muito só
Carolina, preciso te dizer
Ô Carolina eu só quero amar você (3x)

Carolina, Carolina.

Carol, Carol, Carol, ...

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Playlist

Bom dia pessoal!

Acessem minha playlist no cifraclub, assim estarão me ajudando a ganhar mais cupons par aconcorrer a um IPOD!

Link: http://letras.ms/7anos/10471

Vlw galera!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Música de Hoje




Minha Casa
Zeca Baleiro

É mais fácil
Cultuar os mortos
Que os vivos
Mais fácil viver
De sombras que de sóis
É mais fácil
Mimeografar o passado
Que imprimir o futuro...

Não quero ser triste
Como o poeta que envelhece
Lendo Maiakóvski
Na loja de conveniência
Não quero ser alegre
Como o cão que sai a passear
Com o seu dono alegre
Sob o sol de domingo...

Nem quero ser estanque
Como quem constrói estradas
E não anda
Quero no escuro
Como um cego tatear
Estrelas distraídas
Quero no escuro
Como um cego tatear
Estrelas distraídas...

Amoras silvestres
No passeio público
Amores secretos
Debaixo dos guarda-chuvas
Tempestades que não param
Pára-raios quem não tem
Mesmo que não venha o trem
Não posso parar
Tempestades que não param
Pára-raios quem não tem
Mesmo que não venha o trem
Não posso parar...

Veja o mundo passar
Como passa
Uma escola de samba
Que atravessa
Pergunto onde estão
Teus tamborins?
Pergunto onde estão
Teus tamborins?
Sentado na porta
De minha casa
A mesma e única casa
A casa onde eu sempre morei
A casa onde eu sempre morei
A casa onde eu sempre morei...

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Música de Hoje




Arrastão - Elis Regina
Composição: Edu Lobo e Vinicius de Moraes

Eh! tem jangada no mar
Eh! eh! eh! Hoje tem arrastão
Eh! Todo mundo pescar
Chega de sombra e João Jô viu

Olha o arrastão entrando no mar sem fim
É meu irmão me traz Iemanjá prá mim
Olha o arrastão entrando no mar sem fim
É meu irmão me traz Iemanjá prá mim

Minha Santa Bárbara me abençoai
Quero me casar com Janaína
Eh! Puxa bem devagar
Eh! eh! eh! Já vem vindo o arrastão
Eh! É a rainha do mar
Vem, vem na rede João prá mim

Valha-me meu Nosso Senhor do Bonfim
Nunca, jamais se viu tanto peixe assim
Valha-me meu Nosso Senhor do Bonfim
Nunca, jamais se viu tanto peixe assim

Música de Hoje

De terça-feira



O Professor - Tânia Maya

Quem com pó de giz
Um lápis e apagador
Deu o verbo a Vinícius
Machado de Assis, Drummond?

Quem ensinou piano ao Tom?
Quem pôs um lápis de cor
Nos dedos de Portinari,
Picasso e Van Gogh?
Quem foi que deu asas a
Santos Dumont?

Crianças têm tantos dons
Só que, às vezes, não sabem
Quantos só se descobrem
Porque o mestre enxergou
e incentivou...

É, só se faz um país com professor
Um romance, um croquis, com professor
Um poema de amor, dim dim
Um país pra ensinar seus jovens eh
É, só se faz...
Um romance, um croquis, com professor
Um poema de amor, dim dim...

Quem com pó de giz...

Mensagem de Hoje

Terça - Feira foi meu primeiro dia em sala de aula...espero me tornar imortal assim: 

Ensinar
é um exercício

de imortalidade.
De alguma forma
continuamos a viver
naqueles cujos olhos
aprenderam a ver o mundo
pela magia da nossa palavra.
O professor, assim, não morre
jamais...

Rubem Alves 

Música de Hoje

De segunda - feira...



Me Deixa - Maria Rita e O Rappa
Composição: Marcelo Yuka

Ô lala, ô lala.. ee
Ô lala, ô lala.. ee

Podem avisar, pode avisar
Invente uma doença que me
Deixe em casa pra sonhar
Pode avisar, podem avisar
Invente uma doença que me
Deixe em casa pra sonhar
Com o novo enredo outro dia de folia
Com o novo enredo outro dia de folia

Eu ia explodir, eu ia explodir
Mas eles não vão ver os meus pedaços por aí
Eu ia explodir, eu ia explodir
Mas eles não vão ver os meus pedaços por aí

Me deixa que hoje eu to de
Bobeira, bobeira
Me deixa que hoje eu tô de
Bobeira, bobeira

Ô lala, ô lala.. ee
Ô lala, ô lala.. ee

Hoje eu desafio o mundo
Sem sair da minha casa
Hoje eu sou um homem mais sincero
E mais justo comigo
Hoje eu desafio o mundo
Sem sair da minha casa
Hoje eu sou um homem mais sincero e
Mais justo comigo

Podem os homens vir que
Não vão me abalar
Os cães farejam o medo,
Logo não vão me encontrar
Não se trata de coragem
Mas meus olhos estão distantes
Me camuflam na paisagem
Dando um tempo,tempo, tempo
Pra cantar

Me deixa, que hoje eu tô de
Bobeira, bobeira
Me deixa, deixa, deixa
Que hoje eu to de
Bobeira, bobeira

Hoje eu desafio o mundo
Sem sair da minha casa
Hoje eu sou um homem mais sincero
E mais justo comigo
Hoje eu desafio o mundo
Sem sair da minha casa
Hoje eu sou um homem mais sincero e
Mais justo comigo

Podem os homens vir que
Não vão me abalar
Os cães farejam o medo,
Logo não vão me encontrar
Não se trata de coragem
Mas meus olhos estão distantes
Me camuflam na paisagem
Dando um tempo, tempo, tempo
Pra cantar

Me deixa, que hoje eu tô de
Bobeira, bobeira
Me deixa, que hoje eu tô de
Bobeira, bobeira

Me deixa, deixa, deixa
Que hoje eu tô de
Bobeira, bobeira
Me deixa, ve se me deixa,
Que hoje eu to de bobeira,
Bobeira, bobeira...